quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

Teste: Que livro você é?


Um teste super legal para vocês.



O meu resultado foi esse:



Divirtam-se!

Prêmio OFF FLIP de Literatura 2012



Foi dada a largada para o tão esperado Prêmio OFF FLIP de Literatura.  Contos e poesias estarão concorrendo aos seguintes prêmios:

1⁰Lugar
  • R$ 2.500,00 
  • Estadia em Paraty entre 4 e 8 de julho de 2012 ( com direito a acompanhante)
  • 10 livros do selo Record
  • Ingressos para a mesa de debate da FLIP.
2⁰Lugar
  • R$ 2.000,00
  • Estadia em Paraty entre 4 e 8 de julho de 2012 ( com direito a acompanhante)
  • 10 livros do selo Record
  • Ingressos para a mesa de debate da FLIP.
3⁰Lugar
  • R$ 1.000,00
  • Estadia em Paraty entre 4 e 8 de julho de 2012 ( com direito a acompanhante)
  • 10 livros do selo Record
  • Ingressos para a mesa de debate da FLIP.
Imperdível! Corre que as inscrições vão até o dia 30 de abril de 2012.

Para mais informações acesse: http://www.premio-offflip.net/

terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

Parceria com Blogs Literários 2012



2012 finalmente começou! Gostaria de pedir desculpas aos blogueiros pela minha ausência, mas estou de volta, pronta para mais um ano de muita batalha... e feliz da vida!

Como os pedidos de parceria com os blogs foram muitos, infelizmente não vou poder atender à todos no momento. Não quis selecionar pelo número de seguidores... Eu também já estive no começo e sei como é difícil conseguir parcerias nessas ocasiões. Não me importo em ser a primeira a dar o livro... quero ver comprometimento, amizade e parceria.

Tenho 19 blogs inscritos e sexta-feira (dia 02/03) farei o sorteio de 10 exemplares de "O Portal". Quem ainda não se inscreveu, comente nesse post para que eu possa colocar o nome na lista. Para os blogs que ficarem de fora do sorteio, vou disponibilizar 01 exemplar para Book Tour, com marcadores e panfletos para todos.

Gostaria de pedir ajuda na divulgação do livro no SKOOB. Por lá as coisas andam devagar. Ficaria muito feliz com a ajuda de vocês.

"O portal 2" saí ainda esse ano, e tenho certeza que muitas surpresas estão por vir. Aproveitem a chance de ler o primeiro volume e espero, de coração, que gostem da história que escrevi com paixão e dedicação.

Na sexta-feira o resultado saí aqui mesmo no blog. Não deixem de acompanhar.

beijinhos, cheios de carinho...

Eliane Raye

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

Concurso Lusófono TROFA - Conto Infantil 2012



Olá pessoal... Depois de umas pequenas férias estou de volta!

Achei esse concurso muito interessante, porque além de escritores com o conto infantil, podem concorrer ilustradores com desenhos inspirados no trecho da obra de  Matilde Rosa Araújo: 


Achei a ideia muito divertida e original! As inscrições vão até o dia 21 de abril de 2012.

Os Prêmios são:

Prêmio Matilde Rosa Araújo de conto infantil : 1.500 Euros

Prêmio Lusofonia: 400 Euros para o melhor contosde cada país não contemplado com o Prêmio Matilde Rosa Araújo.

Prêmio Ilustração: 500 euros para melhor ilustração baseada em trechos da obra Matilde Rosa Araújo ( trecho acima).

Vamos ao trabalho!

Regulamento completo: 


quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

Como gerar suspense ( ou outras emoções...) em seus textos


Em "On Writing", Stephen King conta sua história de vida, desde suas primeiras experiências como escritor, passando pelo momento do primeiro "grande contrato" que mudou sua vida, e além, apresentando seu método de trabalho e dicas em geral - por exemplo, colocando a boa educação como uma das melhores ferramentas para conseguir-se um agente literário ou editora. O que ele não fala, até porque (aparentemente) ele o faz inconscientemente, é como ele consegue gerar certos efeitos em seus livros - por exemplo, como ele gera suspense ou tensão.

Mas, antes de continuar, uma de suas dicas mais importantes: o uso excessivo de técnicas pode estragar a naturalidade do texto, e arruinar um bom trabalho.  A técnica não consegue tornar bom um autor ruim, mas consegue tornar passável um autor mediano, ou tornar muito bom um autor bom. Escrever é a melhor forma de aprender a escrever, então esta é a melhor técnica a ser seguida!

Aviso feito, seguem as dicas que apreendi dos livros de Stephen King e outros semelhantes:

  • Uma boa forma de gerar suspense é retardar a velocidade de leitura, incluindo descrições de pequenos detalhes, como se a percepção do personagem/narrador estivesse ampliada pelo medo ou tensão.  Por exemplo, quando o personagem desce uma escada em direção ao porão, o narrador pode falar do rangido dos passos, de um ou outro movimento nas sombras, do cheiro de umidade, da textura da tinta se descascando nas paredes ao toque da mão do personagem, do gosto metálico na boca do personagem, da sensação opressiva como se estivesse se aproximando de sua morte...

  • Outra ferramenta usada por Stephen King é "contar o que vai acontecer", dando uma pista que algo ruim ocorrerá para que o leitor fique tenso, esperando por isso.  Por exemplo, no conto "O Nevoeiro", o personagem principal "se despede com um beijo de sua esposa e olha em seus olhos como se fosse pela última vez... e realmente era."

  • Mais um detalhe interessante, e que pode ser usado em qualquer tipo de história, é explorar o sentidos.  Mesmo depois do texto pronto, é possível retornar em uma terceira ou quarta revisão e incluir descrições reforçando as impressões dos seis sentidos (visão, olfato, tato, audição, gustação e premonição/sensações).  Exemplo?  Releia o primeiro ponto desta lista!

  • O uso de metáforas também ajuda nesta "geração de suspense" (ou de outro sentimento, dependendo da história).  Assim, se em uma história de amor a lua é um grande globo dourado, iluminando a noite dos amantes, em histórias de terror ela é um grande olho doente, de um antigo deus raivoso, observando o mundo abaixo de si.

  • Outra coisa comum nos livros de Stephen King, também presente nos livros de André Vianco, é a inclusão de detalhes e lugares comuns no meio de todo o terror da história.  Normalmente a história começa no "mundo real" antes de derivar para os grandes problemas, o que leva o leitor a sair "naturalmente" de seu mundo normal e aceitar o absurdo como parte de sua realidade, o que aumenta o suspense.  Além disso, em meio ao "terror" estes autores incluem fatos comuns, justamente para aumentar a credibilidade - como um dos personagens de "Bento", de André Vianco, que andando em um mundo destruído, acaba por passar dentro de uma loja da "Casa do Pão de Queijo".

domingo, 12 de fevereiro de 2012

Enfim, Whitney Houston, a paz...



Que Whitney Houston tem uma voz fantástica, não preciso nem dizer, mas você sabia que ela já vendeu mais de 190 milhões de discos em todo o mundo? Com certeza alguns desses números tiveram a minha participação.
Sou fã de suas canções muito antes da meteórica “I will always love you”, música que rendeu o prêmio de segunda maior canção de sucesso da história fonográfica. Quem não se deixou encantar pelas cenas de amor entre ela e Kevin Costner no famoso “O Guarda-costas”?
Em toda  sua carreira, Whitney Houston recebeu mais de quatrocentos prêmios, e em 2006 entrou para o Guinness Book como a cantora mais premiada da história.
Mesmo com sucessos estrondosos como Beyoncé e Celine Dion, cantoras que tem uma técnica vocal invejável, nenhuma delas sequer chegou aos pés das inigualáveis interpretações de Whitney Houston.
Porém, como nem tudo são flores, após o casamento com o cantor Bobby Brown em 1992, Whitney começou a apresentar problemas emocionais, correndo rumores na mídia sobre brigas, escândalos e acabou internando-se várias vezes em clínicas de reabilitação para dependentes químicos. "Ele (Brown) era minha droga", afirmou Houston. "Não fiz nada sem ele". Após divorciar-se em 2006, recuperou-se de um passado cinzento e hoje se encontra em turnê mundial com o show intitulado “Nothing But Love World Tour” (nada além do amor).
Acompanhei, desde meus 18 anos, a história de glórias e derrotas da cantora, e não deixei de me surpreender com pensamentos a respeito da vida de pessoas que aparentam ter tudo na vida, mas que perdem o foco do que é essencial.
Imaginamos uma vida de farturas, glamour, amizades, de sucesso, como sendo a perfeição, porque é tudo aquilo que procuramos em nossa batalha pela vida, não é?
Whitney em recente entrevista afirmou:
Escolhi este título ( o da turnê “Nothing but Love”)  porque o que eu tinha em qualquer circunstância era amor [...] eu não teria como superar tempos difíceis, sem a minha mãe e minha filha”.
Contou ainda que seu vício se tornou tão forte que sua mãe, a cantora de soul Cissy Houston, apareceu em sua casa um dia com um mandado judicial e solicitou a ajuda da polícia para forçá-la à reabilitação.
Ela disse: “Não vou perder você para o mundo, quero minha filha de volta. Ou você faz do meu jeito ou vamos à tevê dizer que você vai se aposentar."
Brown, o marido,  estava em casa na ocasião. A mãe de Whitney virou-se para ele e disse: "Se você se mexer, Bobby, eles vão te derrubar. Não mova um dedo". Houston contou que “ele ficou ali, parecia assustado."
Histórias assim nos fazem abrir os olhos e repensar valores, mas principalmente perceber que o equilíbrio deve vir antes de qualquer fortuna. Nossa luta diária é apenas um meio, não um fim, de alcançarmos aquilo que faz sentido, aquilo que não se acaba e que não se perde quando realmente se encontra... Fama e prestígio são efêmeros, o amor, não.
Adeus, Whitney... que agora você finalmente encontre a paz. 

domingo, 5 de fevereiro de 2012

Resenha de "O Portal" - Drunk Culture por Kate Willians



Resenha por Kate: Um romance exótico. Está é a descrição que mais faz jus á obra de Eliane Raye. O Portal nos traz uma história leve, bem escrita e muito bem estruturada.
Elizabeth Macwood, ou apenas Lizzie é uma jovem comum – filha de pais ricos – ela costumava não ter grandes complicações em sua vida. Para ela, as únicas situações inusitadas eram apenas relacionadas á Steve – seu namorado - e suas teorias malucas. Entretanto numa viagem com o pai – Robert – ao Rio de Janeiro, Lizzie passa a questionar o verdadeiro significado de sua vida e das pessoas quais ama, ao ser marcada nas costas em uma noite da qual não se lembra muita coisa. Mistérios passam então a inundar a vida da jovem de aventuras e situações arriscadas.



quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

Resenha de "O Portal" - Estante Seletiva por Wanessa Guimarães


Esse mistério se passa num ritmo eletrizante, a cada página uma nova descoberta, crimes, investigações, provas - ou supostas provas.. vai saber? 
O livro tem um excelente desfecho e uma ótima diagramação. Surpreendente!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...