sábado, 16 de junho de 2012

Três dicas do mestre Stephen King






Segundo Stephen King, existem três enganos fatais que o escritor novato pode cometer quando ainda contaminado pela erudição de seus professores ou por seus ideais ainda imaturos:

1. O autor não deve escrever para os outros, mas sim para si mesmo.

2. A linguagem é mais importante do que a estória.

3. A ambiguidade é preferível à clareza e à simplicidade.

Ele diz isso no prefácio ao volume I da série A Torre Negra, que é O Pistoleiro.
Isto também pode ser dito de outra forma:

1. Antes de começar a escrever o seu livro de ficção, o autor deve escolher a sua audiência, que envolve resolver o gênero (policial, fantástico, romance, etc...) em que vai produzir, até a população que deseja alcançar (vocabulário, sofisticação na estrutura, etc.)

2. Alguns escritores iniciam preocupados com o seu estilo, procurando escrever como este ou aquele escritor. Baita engano! O estilo, ou o que chamamos de "voz" do escritor só vai surgir depois de um bocado de estrada, e não deve ser sua preocupação.

3. Escrever de forma simples é escrever bem. A busca da perfeição é parecida com a busca da simplicidade da forma, direta é clara, sem nenhum adereço desnecessário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...